Nawfed Pwer

"Nós somos a totalidade nove vezes."

Início

 

 tambor

Nove ondas perante a ti,

Nove ventos acima de ti,

Nove caminhos abaixo de ti,

Nove chamas te transformam,

Nove fontes te sustentam,

Nove sabedorias te iniciam,

Nove presentes dados a você,

Nove habilidades dadas a você,

Nove forças dadas a você,

Nove vezes todas as bênçãos da Deusa

(Caitlin Matthews)

title

Bem aventurado(a) sejas!

Historicamente o número nove tem sido abordado sob a ótica de uma numerologia sagrada em várias culturas. As populações celtas deixaram aspectos nítidos da presença mágico-religiosa do nove em seus mitos, escritos e literaturas para que possamos hoje entrar em contato com a Nona Potência.

Um fragmento poético do Túmulo dos Guerreiros Bretões, encontrado no País de Gales, lembra-nos que um dia iremos desfrutar a vida nas planícies “onde a nona onda do mar quebra”. Isso quer dizer que as Ilhas Ocidentais do Paraíso (Outro Mundo) estão localizadas além da nona onda do mar.

Deidades de diferentes povos celtas muitas vezes são relacionadas ao número nove. Por exemplo, Blodeuwedd que nasceu de nove flores e Clíodhna dita como rainha da nona onda. No Lebór Gabala Erénn (O Livro das Invasões da Irlanda) o número nove também pode ser observado: nove anos depois de chegar à Irlanda, morre Nemed e muitos de seus descendentes, finalizando o domínio Nemediano.

Nove é um número relacionada às divindades tríplices no mundo celta. É citado que a deusa Brigid tinha nove donzelas virgens dedicadas a seu culto. Na Escócia, há uma tradição no dia de Beltane de jovens irem até poços para fazer pedidos e jogar nove seixos brancos nas águas. Na atual França, a Ilê du Sein é considerada a ilha das druidesas e conta-se que viviam nove donzelas sacerdotisas lá.

Tanto no Livro de Ballymote, quanto no Livro Amarelo de Lecan, datados do século XIV e XV, temos as Aventuras de Cormac pela Terra da Promessa. Cormac se deparou com as Nove Aveleiras de Buan que circundavam uma fonte de águas brilhantes e do qual “o fluxo era mais melodioso que qualquer música feita pelos homens”. Na fonte nadavam salmões que se alimentavam das avelãs, um lugar sagrado do qual os poetas encontravam sua mística Imbas (Inspiração), citada na literatura irlandesa.

Coincidência ou não, o mundo atual tem nove nações célticas: Irlanda, Escócia, Ilha de Man, País de Gales, Cornualha, Bretanha, Grã-Bretanha, Galícia e Astúrias. Por conta das migrações, também existem algumas colônias de falantes de línguas célticas pelo mundo que reivindicam o título, em países como Canadá e Argentina.

O Druidismo Moderno, prática contemporânea das crenças e religiões dos povos celtas no olhar do Neo-Paganismo, pode nos auxiliar a construir uma nova conexão com a força do número nove. E aqui você poderá encontrar um pouco dessa visão sobre o mundo, sob a égide do Nonagrama.

Que os nove poderes estejam contigo!

/|\

  • Início